quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Cascata da Pedra da Ferida
























Cascata situada na ribeira das Azenhas,  freguesia de Espinhal, concelho de Penela. Chega-se a ela através de um trilho de 600 metros ao longo da ribeira, por  moinhos em avançado estado de abandono e vegetação muito frondosa. Tem  32 metros de altura.

Castelo do Germanelo



Castelo do Germanelo. Erguido por D. Afonso Henriques. Dele resta apenas a muralha Norte. Importante no tempo da reconquista aos Mouros como apoio e protecção de Coimbra. Das ruinas avista-se o vale do Rabaçal, as serras da Lousã, Sicó e Espinhal. Há um percurso pedestre que parte da estrada regional e contorna o castelo e um outro percurso, mais extenso, também circular que contorna o castelo. Ambos são muito acessíveis e facilmente realizados em família.
 


Muralha Norte do Castelo

Borboleta-zebra


Sanguinho-das-sebes


Monte do Jerumelo















Lenda dos "Dois Irmãozinhos"
Diz a lenda que em cada um dos montes habitavam dois irmãos ferreiros, "Germanelo" e "Juromelo". Como eram muito pobres tinham que partilhar o mesmo martelo, ouvindo-se frequentemente nos dois montes:
-Germanelo, passa-me o malho.
-Juromelo, atira  para cá o martelo.
Certo dia o martelo caiu na encosta do monte Germanelo, onde brotou uma fonte de água férrea, dando origem ao lugar de Fartosa. O cabo de madeira caiu mais longe num local onde nasceu um Zambujo, aí surgiu o sítio do Zambujal.


Queijo do Rabaçal. Próximo destes lugares fica o Rabaçal, onde se produz este queijo de mistura de leite de ovelha e cabra. É curado com tomilho. Produto muito afamado, à venda em supermercados e lojas de artigos regionais.






terça-feira, 9 de agosto de 2011

Vereda Moledo - Pico do Castelo
















É um dos três percursos pedestres sinalizados da ilha. A sinalização é confusa, contudo como a ilha é pequena facilmente se encontra o caminho e a orientação correcta.

O trilho sobe ao Pico do castelo e contorna uma parte do Pico do Facho, o mais alto da ilha, sem subir ao seu cume. É um percurso variado e a possibilidade de observar quase toda a ilha compensa bem a realização destes 8 Km a pé. A encosta norte é mais árida e exposta aos ventos enquanto que as restantes encostas estão mais arborizadas,  em todas elas se deparam recantos paisagísticos muito bonitos e surpreendentes, observam-se aves de rapina,  Francelhos, a pairar à procura de coelhos e perdizes.

Chorão. O fruto é comestível

Pico da Juliana

Parte ocidental da ilha

Alguém conhece esta flor?

Descrição do percurso

Paisagens




Calhau da Serra







domingo, 7 de agosto de 2011

Casa Museu de Colombo
















Não há a certeza se Cristovão Colombo viveu neste edifício, contudo devido à sua arquitectura é provável que tenha sido contemporâneo do navegador. CC viveu algum tempo em Porto Santo, isso é certo, onde esteve casado com a filha do capitão donatário da ilha, Filipa de Perestrelo. Depois do falecimento da esposa foi para Lisboa onde tentou convencer o Rei D. João II a fornecer-lhe uma frota para chegar à India pelo Ocidente. Como se sabe esse pedido não foi concedido e mais tarde Colombo fez o mesmo pedido aos reis Católicos de Espanha. O resto da história é conhecido. Colombo morreu em 1505 sem saber que tinha descoberto um novo continente.

O Museu enquadra a história de Porto Santo com o período das descobertas, através de objectos e mapas antigos. Os dragoeiros plantados no exterior são uma amostra das primitivas árvores da ilha. Eram muito comuns e usados para fabricar uma tintura exportada para Génova, hoje são raros.


Dragoeiros

sábado, 6 de agosto de 2011

Miradouro das Flores

Ilhéu de Baixo ou da Cal
  Miradouro na parte Ocidental de Porto Santo de onde se observa muito próximo o ilhéu da Cal. De acordo com o guia turístico pretende-se construir um teleférico(?!) entre os dois  pontos. Junto ao  miradouro há o local de merendas dos Morenos, entre os pinheiros Silvestres(?) plantados pelos serviços florestais da ilha.

Ilhéu do Ferro

Pinus rigida. Espécie Atlântica da América do Norte plantada em pequena escala pela madeira na Europa


quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Pico da Ana Ferreira















Um dos picos da ilha de Porto Santo, onde se encontra na vertente Norte uma pedreira, conhecida localmente pelo “Piano”, ponto de interesse geológico devido às colunas prismáticas irregulares e à calçada dos “gigantes” no cimo das mesmas.

Tentei chegar ao marco geodésico que se vê cimo do pico, mas não descobri como. Contornei a encosta entre os pinheiros silvestres (?), cactos e cardos, o que também foi muito agradável. O percurso não tem sinalização e foi improvisado no momento.


Que árvore é esta?

E esta?

Paisagem de Porto Santo


Colunas prismáticas

Cardo


Costa ocidental da ilha